quinta-feira, maio 05, 2005

Listas

Profissionalmente tenho que utilizar listas de todos os tipos. Da telefônica a listas de preços, de artigos de decoração, de lojas, de materiais. Listas de ferros de construção e de luminárias. Listas dos documentos necessários, coisa que no pais mais burocrático do mundo é indispensável. As listas são isso: um instrumento burocrático e servem pra organizar e facilitar a vida de quem quer encontrar algo. Ou lembrar. Tenho sempre no bolso uma lista para o supermercado.

Pois é assim farto de listas que olho e vejo na blogosfera uma quantidade enorme de listas que metem em fila e o que é pior, em ordem de preferência, obras artísticas, pratos ou até mesmo cores ou sons. Não contentes com as listas, fazem a classificação tendo até o cuidado de batizar: musica do século, mulher do ano e por aí vai. Isso é de uma utilidade absurdamente negativa, ou seja, servem só pra me aborrecer e mais nada. Como alguém pode eleger uma musica? Quando é que começou esse campeonato mundial da coisa mais isso ou aquilo? Talvez se se esqueça que com o advento da industria cultural, grande parte senão a maioria das obras de arte se transformou em produto. Todo produto precisa de rótulo, etiqueta de preço e classificação. As prateleiras estão realmente cheias e o consumidor tem que encontrar o produto melhor, que combine com seu gosto. Quanta falácia, quanta alienação! A arte burocratizada assim chega a doer nos ossos. Quando eu me ocupo de estabelecer qual é o melhor de algo, escolher uma única obra, na verdade estou me ocupando de excluir o resto do mundo. Eu não, eu quero tudo!!

Ate porque eu mudo no espaço-tempo. As coisas mudam. Hoje adoro certa coisa, amanhã a coisa murcha, é natural. Depois tem a questão da adequação.

Já fui de sapato e meia na praia e também já entrei em um casamento só de sunga. Agora não vem ao caso detalhar, mas posso pela experiência garantir que em determinadas situações uma coisa combina melhor que outra e nos dois casos acima pude sentir um certo desconforto pois estava invertendo os papeis. Isso não me permite dizer que aquela praia é uma merda, nem que os convidados estavam todos errados menos eu. Da mesma maneira, que existe a roupa mais adequada (veja bem, nada é proibido, tanto que eu fiz o que fiz), existe também a obra de arte, a cor, o prato, o qualquer coisa mais adequados ao momento. Espaço-tempo. Melhor ainda, existem milhões de coisas adequadas e a capacidade de colocá-las em sintonia e causar uma sensação se chama arte. A arte vai entendida, produzida e apreciada e esse processo felizmente é infinito, vasto, amplo, colorido, multifacetado e delicioso quando livre de esquemas mentais e necessidades mercadológicas. Ah essa gente monogâmica me irrita levemente. Listas são antiarte. Listas são burocracias inúteis. São monocromáticas, frias e limitadíssimas. Em breve publicarei aqui a lista das listas mais inúteis.

13 Comments:

Blogger Laura said...

Flávio, vc está certo, eu recebi uma convite para fazer um questionário e naoh estou conseguindo, como escolher um livro em tantos?
Teu texto da casa é lindo, eu falo com a casa que moro, ela me ajuda mto, me leva à varanda qdo estou angustiada, me mostra o chão branquinho qdo estou me sentindo feia, é bom falar com a casa.
abs, Laura.

4:16 PM  
Anonymous Leo D'Ippolito said...

Pensando por esse lado, não é possível emitir qualquer julgamento de valor, sobre qualquer coisa. Se tudo muda ou se tudo é relativo, não há como classificar.

E se não há como classificar, como terei opiniões, preferências, personalidade?

Se ninguém pudesse classificar nada, todos seriam iguais.

6:23 PM  
Blogger Allan Robert P. J. said...

Tenho verdadeira aversão a listas de preferências. Me recuso a participar ou dar palpites. Nem vou voltar pra ver a sua lista de listas inúteis. J
Ciao

10:46 AM  
Anonymous Guto said...

Quando estou bêbado, tenho clareza sobre todos os primeiros lugares de todas as listas possíveis. Mas na bebedeira seguinte as hierarquias anteriormente absolutas se alteram completamente.

2:58 PM  
Anonymous Mônica said...

Isso tem a ver com o Guto mesmo. Quando ele, depois de uns uísques acompanhados de música e gelo, estabelece tal cantora como a melhor de todas, basta esperar o próximo CD e a melhor cantora passa a ser outra pra ele.

Também sou assim. Quando participei da lista de melhores discos de música brasileira do Idelber, fiz questão de enfatizar que aquela era minha lista do domingo específico em que escolhi aqueles discos.

Eu vivo sofrendo com o tempo por causa do envelhecimento. Vivo sofrendo com o espaço pois andei engordando e estou ocupando mais espaço no mundo.

Pois justamente naquilo em que nossa existência no espaço-tempo tem de bonita eu vou dar murro em ponta de faca? De jeito nenhum!

Nada de cristalizar preferências. Nada disso de falar que isto ou aquilo é definitivamente o melhor. Concordíssimo com você. Isso é etiquetar a arte. E, assim, é um jeito de congelar o cérebro.

Seu post lavou minha alma! Estou curiosa para ver sua lista das listas mais inúteis. Afinal, listar esse tipo de cristalização do gosto é um caso de listar coisas burocráticas, e aí a lista tem lugar.

Se bem que, do jeito que essa mania de OS MELHORES tá indo longe, até sua lista das listas mais inúteis vai virar uma coisa flutuante, se é que já não é.

Adorei, Flavio!

3:14 PM  
Anonymous Nelson Moraes said...

Fico com a Lista de Schindler! :-)

8:13 PM  
Anonymous Hocus Pocus said...

Caros todos menos listados,

Todos estão errados. Já dizia Obelix, numa das 5 melhores estória de Asterix, o clássico Obelix & Cia, "as listas me deixam mais magro e elegante". Quem sabe ele queria estar entre os TOP 10 da aldeia.
Que os céus não caia em nossas cabeças e já são quase 18:00, hora das 10 músicas mais tocadas do dia.

10:49 PM  
Anonymous Cynthia said...

Concordo... hoje ! ;o)

11:32 PM  
Blogger Leila Couceiro said...

Ué, Flavio, mas você não sabe que as listas podem ser:

1) artifício para esconder a falta de assunto para um post;
2) maneira de exercitar a memória fraca para nós que já passamos dos 30;
3) um descanso entre posts filosóficos ou engajados;
4) uma forma de revelar os seus gostos de maneira a espantar quem não tem nada a ver contigo do blog;
5) uma maneira facílima de criar uma caixa de comentários gigantesca, com gente criticando ou concordando com a sua classsificação;
6) um sinal de que somos todos colonizados pela cultura americana, que adora fazer um Top 10;
7) um exercício de criatividade, pois já nem consigo mais chegar ao 10 aqui nessa porra de comentário.

Beijo,

11:47 PM  
Blogger Colombina said...

Ah! A vida dirigida do novo milênio... Esta é a tendência, amore!

7:11 PM  
Blogger sub rosa said...

Ciao, Flavio:
sinto-me como poucas vezes na vida, compreendida.
Substancialmente, creio que toda lista é injusta, como se fosse a sua primordial essência. Pela primeira vez cedi a uma, mas ela não é excludente. E doeu-me muito fazê-la.
Não estou me justificando, ou se estiver, faço-o para mim mesma, os motivos eram muito fortes: o pedido público de um Amigo, e Amizade para mim é coisa inapreciável.
Anyway, as listas na História Universal começam - pelo menos como registro, com as 7 maravilhas do mundo.
Imagino, o que deve ter sido deixado de fora.:-(((
Um forte abraço e sinto-me honrada pela visita.
Pela sua lista:-) ali do lado, vejo que suas listas são fantásticas.
Ci vediamo
Meg

1:19 AM  
Anonymous christiana said...

Ah, essa gente monogâmica me irrita levemente.... também a mim!
E a lista das lista mais inúteis, preciso de uma!

"saber o que faz o belo belo, eis o não belo" (Tao te Ching)

10:51 AM  
Blogger Fernando said...

Pois é, Flavio
Essas listas, como os rumos e padrões a se tomar, cada um de nós, fazem parte da mediocridade mundial. Seja bela/belo, emagreça, tal coisa faz mal a saude, isso pode, isso não pode...
Uma das coisas que mais aproveitei das minhas aulas, maravilhosas, de filosofia, foi tomar conhecimento, definitivamente, que eu não tenho convicção alguma. O que faz minha cabeça hoje, amanhã pode não ter mais nada comigo.
Listas...então!!!
Abração
fernando cals

12:10 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

More blogs about lixo tipo especial.