quarta-feira, maio 11, 2005


Projeto de uma casa francesa

17 Comments:

Anonymous nora borges said...

Oi, Flavio. O projeto me pareceu estranho, mas talvez por nao conseguir ler as minúsculas letrinhas.
Agora, meu amigo... babei aqui com a feijoada ao som de Ataulfo Alves!
Muy buena!

5:02 PM  
Anonymous Mônica said...

Isso é que é uma verdadeira curva francesa! Flavio, me fez um bem ver esse seu "exercício" (melhor falar em "brincadeira", como você mesmo disse, que é mais poético).

Pra fazer as pazes com meu trabalho tô precisando é disso. Assim me livro dos projetos burocráticos que andei fazendo na vida. Trabalhei com supermercados. O arquiteto dono da empresa podava qualquer elemento interessante, conceitual (palavra picareta às vezes, mas acho que você entende) do projeto. Ou então postos de gasolina com soluções padronizadas. Aliás, eles exigiam que colocássemos no projeto esquadrias de alumínio anodizado em postos quase falidos. É claro que o projeto não saía do papel.

Puxa... esse post me deu um prazer danado. Vou acabar fazendo as pazes com meu trabalho, nem que seja brincando, nem que seja ganhando dinheiro com a burocracia arquitetônica.

Valeu.

5:04 PM  
Blogger Leila Couceiro said...

Flávio, estou sempre em contato com planos arquitetônicos aqui no meu trabalho, só que são para a construção em hospital ou universidade, salas e prédios bem quadradões.

Essa casa "rococó" ou sei lá que estilo é esse, tá muito engraçada.

6:58 PM  
Blogger Leila Couceiro said...

Ah, Flavio, eu queria saber como é que eu faço para te mandar um e-mail. O meu é leilausaATyahooDOTcom

7:01 PM  
Anonymous boczon said...

essa curva/projeto tem algo de Möebius, pelo menos para quem já teve contato in loco com alguma fica difícil distinguir o dentro do fora.

legal teu blog, cheguei aqui pelos comments da Sheila.

Abração

7:43 PM  
Blogger Dudi said...

O espelho na sala de tv é providencial.
Benne trovatto!

8:44 PM  
Anonymous Regina said...

Esse projeto está muito engraçado e me imaginei nele...rs
Quanto a feijoada, que água na boca me deu!!!
Obrigada pela sua visita!
bjo carinhoso

8:50 PM  
Anonymous lique said...

Uma concha é o que me faz lembrar. Não sei se será muito prática mas é sem dúvida original.
Obrigada pela visita por lá. beijos

9:07 PM  
Anonymous christiana said...

Eu SEMPRE quis morar em uma curva francesa e não sabia!

O jardim se enroscando por dentro da casa ficaria mesmo lindo, e a distribuição dos ambientes sem paredes divisórias é bárbara! Os banheiros, claro, fechados, mas absolutamente inusitados. E a total ausência de arestas! Amei sua casa-caracol.

Eu levo as loucuras muito a sério, hehehe.

Um beijo.

9:47 PM  
Blogger Sheila Leirner said...

Oba Flavio! Fico feliz em ver meus amigos aqui! O seu blog está cada vez mais delicioso (em todos os sentidos) :) Beijo

8:19 AM  
Blogger Denise Arcoverde said...

Flavio, eu gostei daquele primeiro banheiro, daria uma banheira que podia ser uma verdadeira piscina sinuosa...

Quanto ao meu post, tem muita mulher comentando o assunto, sim, mas sedentas pela opinião masculina, não precisa sair quietinho, não, certamente, o companheiro tem muito a contribuir... :)

2:31 PM  
Anonymous Roberson said...

Olhando a planta baixa lembrei-me de umas estampas que já foram moda em "batas" estilo indiano...

2:37 PM  
Blogger franka said...

flavio, adorei a cozinha!
post mais engraçado.
adorei
beijo!

3:17 PM  
Blogger franka said...

ichi, fui a treze?
nem pensar.
quatorze, por favor!

3:18 PM  
Blogger Lucy In The Sky said...

Não é impressão minha, né...isso é uma régua(curva francesa, q eu vejo minha irmã usando em desenhos de moda....)!!

3:19 PM  
Blogger pecus bilis said...

Touché!Raisonnement sinueux!

3:44 PM  
Anonymous maray furnari said...

Nossa, primeira vez que venho e dou logo de cara com uma curva francesa! Ô lembrança! Tinha um professor de desenho no ginásio (tinha isso na minha época) que insistia pra usarmos essa curva pra fazer "piscinas" e jardins. Nunca, em qualquer outra fase da minha vida, perpetrei tantas amebas..! Curva francesa: no meu caso, a concretude da inutilidade!
abraço grande

5:45 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

More blogs about lixo tipo especial.