domingo, outubro 16, 2005

Lorenzo in the land of spaghetti













Ontem no MART de Rovereto um evento histórico de poesia e anti conformismo
político. O bom e velho Lawrence Ferlinghetti estava ali para ler suas poesias. Simples assim, mas absolutamente emocionante. Não bastasse este que é um dos maiores poetas vivos, estava la também Jack Hirschman, outro dos grandíssimos poetas americanos da geração beat. Não bastasse isso tudo, eu estava lá, que sou um dos mais desconhecidos poetas do mundo.

Ferlinghetti está com 86 anos que carrega não demonstrando peso, e lê as poesias em modo perfeito. Sua poesia é culta mas feita de palavras comuns. Pode ser erudita e popular ao mesmo tempo e isso é a característica que distingue a obra de arte das obras de gênio. Todas as grandes obras em todas as áreas da arte, são as que conseguem estes diversos planos de leitura e permitem uma revelação e um prazer, de qualquer ângulo se analise. O nosso Lorenzo sabe como ninguém fazer isso.









Para mim o prazer foi ainda maior por ter sido chamado pelo meu amigo Renzo Grosselli, jornalista e poeta também ele, companheiro de cantorias e bons momentos, para bater uma caixa com os dois. Renzo é o cara que tem os cabelos brancos de carneirinho da primeira foto e foi quem leu as traduções em italiano no evento, conseguindo belos efeitos a la Jack Hirschman. Como jornalista e apresentador em alguns dos eventos dos dois aqui na Itália, ele tem acompanhado esses malucos por tudo que é lugar.









Em Brescia alguns dias atrás, o Ferlihghetti estava procurando a casa onde nasceu o seu pai e sabe-se lá por que motivo, a policia o prendeu por estar girando em atitude suspeita. Como sempre, a policia italiana nos fornece a piada pronta. Desfeito o mal entendido, entre sorrisos amarelos tudo terminou em uma foto de recordação. Os caras prendem e depois pedem autógrafo.

O velho Ferlinghetti assim como eu, está preocupado com o planeta. Compôs em homenagem a sua visita aqui no Trentino esta poesia que em breve traduzo em português. Dizia que Bush, Berlusconi, a guerra, são problemas enormes mas a ecologia è uma crise por demais dramática e fundamental. O planeta está morrendo e todos com nosso modo de vida temos responsabilidade.








Ao subir ao palco, Ferlinghetti quis mostrar também uma pintura que tinha feito e que se chama “Bagno di seni” ou seja, banho de seios, comentando que este banho é muito melhor que qualquer outro. Como sempre, várias leitura possíveis e todas geniais inclusive a contraposição que sugere o trocadilho do título com o banho de sangue dos nossos dias.









No final Ferlinghetti ficou dando autógrafos em escala industrial, uma loucura.
Um pouco menos famoso e de conseqüência, por sorte menos assediado, Jack Hirschman estava mais disponível a um bate papo. È uma figura esse cara. Perguntei:

-Jack, quantos anos você tem?

-72, diz ele sorrido.

- Po mas você tá bem pra burro. Você fez lifting no bigode?

-O bigode eu deixei crescer bastante porque me sobraram só dois dentes na boca, hehehehe.

-Quando eu tiver a tua idade eu vou deixar o bigode assim também.

-Depende dos teus dentes, hehehehe.

Nós poetas de alto nível, quando dialogamos tratamos somente de temas profundos.

Na saída, estava Mary de Rachelwitz, filha de ninguém menos que Ezra Pound e que foi lá pra se encontrar com os dois. Esse lance eu perdi mas paciência, fica pra próxima.

Abaixo, deixo alguns links onde estao algumas poesias que foram lidas aqui ontem. Vale a pena.

http://www.rooknet.com/beatpage/writers/ferlinghetti.html

Uma poesia aplaudidissima com razão foi “the world is a beautiful place...”. Abaixo o link

http://www.1000plus.com/Cataract/fw2.htm

Aqui um video com o Lorenzo que le poesias em modo perfeito , interpretando a sua In Goya's Greatest Scenes We Seem to See

Algo de Jack Hirschman nesse link abaixo, inclusive o audio de sua leitura de New York New York, uma das que leu aqui

http://www.ilnarratore.com/collectman/show.php?type=author&language=it&aid=86&tpl=/ita/autore.tpl.html

30 Comments:

Blogger Denise Arcoverde said...

WOWOWOOWOWOOWOW!!!!!!!!!!

Flávio, que inveja!!!!

Isso é o que se pode chamar de momento histórico! ;)

2:27 PM  
Anonymous Afonso said...

Visitar blog de gente famosa é isso, a gente sai de fininho...abs

2:49 PM  
Anonymous Luciana said...

Flávio, há alguns anos, numa das melhores cantadas que recebi, um rapaz me disse que existia um livro chamado Um Parque de Diversões da Cabeça, de um cara chamado Lawrence Ferlinghetti, e que nesse livro tinha um poema que ele escreveu pra mim... depois de vasculhar, em vão, todas as livrarias daqui, esse livro foi minha primeira compra da vida no Submarino. Fui pegá-lo no correio e vim lendo pelo ônibus, procurando pelo "meu" poema. E encontrei... Acho que me apaixonei mais por Ferlinghetti do que pelo próprio rapaz que deu a dica. :) Depois, na faculdade de Letras, fiz uns trabalhos sobre a geração beat, um tempo muito bacana e incrível que vc acaba de me fazer recordar. Obrigada!
Uma ótima semana pra vc.

4:53 PM  
Anonymous Leila said...

Flavio parecia estar feliz como pinto no lixo!

É lindo ouvir a poesia lida com a entonação do próprio poeta...

Bjs,

6:27 PM  
Anonymous pecus said...

Grandes acontecimentos.

7:12 PM  
Anonymous Daniela said...

Tu é chique hein, mô filho?

12:04 AM  
Blogger lima said...

Poesia faz bem pro espírito, pra pele, pra tudo. Que experiência incrível hein! Chiquérrimo!
abraço, garoto
________________

1:12 AM  
Anonymous Mônica said...

Como eu gostaria de ter assistido a tudo isso.
Acho que da próxima vez vou te visitar mesmo, Bello.
Beijão

3:35 AM  
Blogger Allan Robert P. J. said...

Porque você não apoveitou para ler umas poesias suas, também? Acho que você está escondendo o jogo...
:>)

5:05 AM  
Anonymous Guilherme said...

O Ferlinghetti eu já conhecia (mal); do Hirschman nunca tinha ouvido falar. Vou correr atrás agorinha...
Momentos como esses são realmente emocionantes, qualquer dia, por favor, descreve aí p/ nós - se não for território sagrado - o que rolou na tua cabeça e no teu coração estar perto/conversar com os caras...

11:41 AM  
Anonymous Roberson said...

Gente fina é outra coisa...

nós poetas de alto nível quando dialogamos ...

O estrelato te espera!!

1:59 PM  
Anonymous Fernando said...

Pelo menos os carabinieri ainda nao implementaram o "shoot-to-kill" dos colegas britanicos. Senao seria bye-bye a mais um beat.

7:03 PM  
Blogger Flavio Prada said...

Denise, foi realmente fantástico. Em geral leituras e recitais são coisas chatas mas esse tinha mesmo um astral especial.

Afonso, volta aí rapaz, para de frescura.

Luciana, obrigado também pela visita e comentário e boa semana pra voce também.

Leila, infelizmente os outros vídeos que fiz não ficaram bons e só deu pra disponibilizar esse. Mas acho que já dá pra sacar como "canta" e "recita" o velho.

Tem razão Pecus.

Denise, concordo com voce, ainda mais quando é algo inteligente e sem frescuras.

Monica, basta me avisar com ao menos duas horas de antecedencia que pode vir mesmo.

Allan, não penso que o público ali estaria interessado em ouvir poesia caótica em português. Na próxima eu tento, mas vou ter que ter duas coisas: coragem para invadir o palco de surpresa além de uma boa desculpa pra dar na delegacia.

Robertson, o estralato está me esperando faz tempo.

Fernando, concordo. Aliás, os carabinieri por sorte são ao mesmo tempo competentes e engraçados, mas pouquissimo violentos no dia a dia. O caso do Lorenzo é que ele estava sem visto de permanência e o prefeito de Brescia entrou na jogada pra liberar o homem.

Um abraço a todos.

10:27 PM  
Anonymous Ana Maria said...

Encontro de poetas é sempre um acontecimento especial.
Não sabia que o blogueiro Prada fosse assim tão chique. Que luxo! :-)

3:58 PM  
Blogger Biajoni said...

i-na-cre-di-tá-vel!
:>)

8:27 PM  
Blogger franka said...

nojo nada.
óieuaqui.

11:10 PM  
Blogger Milton said...

Sinceramente: nada a dizer, muito a suspirar. Um momento para nunca esquecer, sem dúvida.

Não sabia que eras capaz de poesias...

Gigantesco abraço.

11:40 PM  
Anonymous gugala said...

belê!

1:23 AM  
Anonymous Roberta Febran said...

Eu, um dia aí, qualquer dia, quero muito ser famosa como meus amigos! E esse dia há de chegar. Bacini.

3:01 AM  
Anonymous Donizetti said...

Well, acabo de saber que vou ter que usar bigode já no ano que vem, se tem mesmo relação com os dentes hehehe

4:25 AM  
Blogger Flavio Prada said...

Guilherme, na cabeça me passava que eu estava com vontade de ir mijar durante o tempo que eu falei com eles e no coração nada de especial. O Jack me contou coisas incriveis sobre a morte do Pasolini. Acho que eu nem deveria dizer isso, mas ja disse. Foi um papo como entre amigos, tranquilo, nada demais.

Ana Maria, nem eu sabia que sou chique assim. Vou procurar entender isso.

Bia, lembrei de voce, nem sei porque.

Franka, ti vi

Milton, retribuo os abraços.

Gugala, só.

Roberta voce quer ser famosa? Porque?

Donizetti, pelo jeito funciona a técnica.

7:11 PM  
Blogger Milton said...

Ô garoto. O tsunami de e-mails funciona bem malzinho... Há duas horas, escrevi algumas bisonhas - como sempre - observações sobre aquela questão dos jovens e a coisa desapareceu nas brumas da Internet... Que bela frase, não?

Não ia mudar nem arranhar o mundo, mas detesto quando as coisas somem. Observemos as próximas horas. Como acho que aquela discussão derivou um pouco deste post, reclamo aqui. Bem útil.

Abraço.

8:22 PM  
Anonymous Anônimo said...

Nossa que legal! É muita sorte!
Você é um ser abançoado!
Um ser iluminado.

Mas quem são os vovôs das fotos?
Fazem o que?

3:06 AM  
Blogger Flavio Prada said...

Milton, eu li tuas reflexões. Eu leio no yahoo e chegou tudo. Voce sacou o que eu disse, né?


Anonimo, voce quer saber quem são os vovôs, diga primeiro quem é voce.

1:33 PM  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo ora?
Meu nick é anônimo, eu quem escolheu. As pessoas tem o direito de postar e assinar livros com uma alcunha, a minha? Anônimo, ao seu dispor.
Reservo meu direito a privacidade, afinal quem tem certeza que cada um que está aqui é cada um?
Pelo menos não sou hipócrita.

Não falo dos nomes, que podem ser verdadeiros, mas a verdade por trás das opiniões.

11:45 PM  
Blogger Flavio Prada said...

Anônimo, voce quer dabater? O que?
Eu não tenho muito tempo nem paciencia para voce. Me desculpe. Nada pessoal.

2:30 PM  
Blogger hfjhfyrhjfd said...

deixe eu tirar meu timim de campo...

3:27 PM  
Anonymous Anônimo said...

Quem disse que quero debatê?
Debater o que?
Uma palestra com uns vovôs sem graça?
Metade de quem comentou aqui nunca ouviu falar nos citados. Pseudo-intelectualidade. Quem sabe nem tu sabia quem eram, mas depois fez uma pesquisinha básica (Tio Google que a tudo responde) e se fez de interessado.
Isto é extremamente normal, não pense que estou julgando isto. A tua consiencia dos demais é que podem saber. Eu estou aqui só para incomodar, nem mais, nem menos.

3:24 AM  
Anonymous Anônimo said...

[b] Search engines try it [/b]

[url=http://casino.myeasyseek.info]Casino[/url]
[url=http://viagra.themysearch.info]viagra[/url]
[url=http://myownlook.info]tramadol[/url]
[url=http://cialis.workfinda.info]cialis[/url]

10:45 PM  
Anonymous Anônimo said...

Latest news. Viagra, cialis

viagra
cialis
tramadol

8:53 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

More blogs about lixo tipo especial.