quarta-feira, outubro 26, 2005

Uma mostra do cacete

Dresden é a cidade alemã das artes e até janeiro quem estiver por aqueles lados poderá visitar no palácio japonês a exposição “100.000 anos de sexo”. Quem acha que a arte erótica é uma novidade ou então se sente “moderno” ou ainda pior, “pós-moderno” porque se liga nesse tipo de manifestação, tem ali uma boa oportunidade para rever os próprios conceitos. A mostra reúne 250 peças de 60 museus europeus e repercorre as etapas fundamentais da arte erótica do paleolítico até o século XIX. http://www.archsax.sachsen.de/lmv/content/ausstellungen/26_253_DEU_Screen.htm

O arqueólogo alemão Christian Gliwitzi declarou a respeito da mostra: “ o sexo é tão velho quanto a humanidade e nós somos a prova viva". Esse tipo de mostra e esse tipo de declaração não deixam de trazer certo desconforto, já que mesmo que já se saiba, podemos sentir muito intensamente como e o quanto a historia é de uma repetição infinita. A criação é sempre re-criação e o ser humano de hoje é muito parecido com aquele de 50 ou mais séculos atrás. Mas o desconforto passa diante da curiosidade pelas peças mais antigas e a beleza das mais recentes. As fotos feitas entre 1852 e 1880 são deliciosas.

Uma das peças é uma minissaia de trancinhas de barbante unidas pela cintura e amarradas também nas coxas, que com o movimento dos passos deixa entrever as partes todas. Foi encontrada em um túmulo de 1.400 antes de Cristo na Dinamarca. Roupa sexy portanto, é uma forma de sedução muito antiga


Na parte grega da mostra, se pode perceber o quanto o sexo era central na vida, inclusive social, das pessoas. Na verdade o sexo e o falo (Phalos em grego) eram sagrados e venerados.
Os romanos também comparecem com grande destaque para as imagens e mosaicos de Pompéia e inúmeros objetos ligados ao culto da fertilidade, entre eles um pênis com asas, em bronze. Isso pode explicar porque em todas as línguas o dito cujo tem um ou mais sinônimos no mundo aviário. Alias, essa gripe dos pássaros me preocupa mais por isso.

Perto de Isernia, uma cidade ao sul de Roma, existe inclusive uma area que era dedicada aos deuses da fecundidade desde a pré-historia. Ali se ergueu um templo pagão em forma de pinto dedicado ao deus Príapo, onde as mulheres nas noites de culto, faziam ofertas no altar com dildos de cera ou pedra. Depois veio a igreja católica, fez um templo no local e as mulheres hoje cultuam cadáveres e ...bem, não quero entrar nesse terreno. Não bastasse tudo isso, a mostra vale a pena pelos desenhos renascentistas, incluindo alguns de Leonardo da Vinci. Quem estiver passando por perto de Dresden, não pode perder.

(imagens: Tgcom)


19 Comments:

Anonymous anna said...

como já foi dito no livro de eclesiastes, há mais de 2000 anos: "não existe nada de novo debaixo do sol".

é isso mesmo: não tem coisa mais antiga que sentir-se "pós-moderno".

3:46 PM  
Anonymous gugala said...

Dresden tão não via uma cobra entrar por trás e sair pela frente

4:08 PM  
Blogger Denise Arcoverde said...

Adoro arte erótica, Flavio. Que sejam as esculturas nos templos indianos, pinturas em cavernas do Sri Lanka, ou o famoso quadro de Courbet que linkei lá no blog, dia desses.

Acabei de comprar o livro Erotica Universalis (http://www.taschen.com/pages/en/catalogue/books/sex/all/facts/01873.htm), baratinho e belíssimo.

Em Recife, uma visita ao atelier de Francisco Brennand é programa imperdível, ele tem falos gigantes, já levei uns gringos lá que ficaram constrangidíssimos... hehehe... uma dessas figuras fálicas enormes foi parar no centrão do Recife. Primeiro estava numa praça, mas a reação do povo não foi das melhores, aí empurraram pra um dique que fica na frente da pracinha, mas ali, visto de longe, ele fica ainda mais bonito e impressionante hehehe...

http://www.casadacultura.org/br/pe/recife/Recife_predios_construcoes/Torre_Cristal_Francisco_Brennand_01_grd.jpg

Enfim... sexo e arte existem desde que o mundo é mundo... ainda bem, não dá pra se viver sem um ou outro, e os dois juntos é melhor ainda.

4:10 PM  
Blogger Milton said...

Que mostra do caralho!

5:34 PM  
Anonymous Leila said...

Pode tocar nas esculturas?

7:54 PM  
Blogger hfjhfyrhjfd said...

Eu adoraria ver o pênis de asinhas.
Boa pergunta Leila.
É vim aqui e se surpreender.

8:49 PM  
Blogger Laura said...

Maravilha, queria ver.
Dresden é mto linda, vi na Tv outro dia.
abs

12:06 AM  
Anonymous D. Afonso XX, o Chato said...

E como é que vou me olhar no espelho depois dessas figuras? SAcanagem, hehehe abs

1:20 AM  
Anonymous Sandra said...

Vou te falar, Flavinho... Você escolheu as mais, mais.... ahhhmmm... expressivas peças da mostra para nos presentear.

Fora o texto que está uma delícia de ler!

Beijão

2:10 AM  
Anonymous boczon said...

nosso consolo (ops!) é saber que o padrão de masculinidade do Michelangelo - vide Davi (ops!²) - é bem mais próximo da realidade, digamos, dimensional, que o dessas imagens devocionais, quer dizer, aí também não é arte erótica.

Vixe! é complicado tentar justificar o tamanho das coisas que a genética nos legou (ops!³) - lego também é brinquedo de armar.

melhor parar por aqui.

2:43 AM  
Blogger Allan Robert P. J. said...

Não vou ter tempo de ir a Dresden, mas se você já visitou o museo do Vaticano, deve ter percebido que todas as esculturas masculinas tiveram o pênis decepado. Como é que eles esperam aumentar o próprio rebanho sem procriar?

3:36 AM  
Blogger Viva said...

A mostra deve ser muito inspiradora. Assim como o texto.
E por falar em gripe, sabe dizer se pega em outras espécies? Pererecas, por exemplo?

3:15 PM  
Blogger Jacque said...

Allan tem razão. Quando visitei o museu do Vaticano percebi isso.
Quanta hipocrisia por parte deles. Essas peças são muito interessantes e como disse a Sandra, muuuito expressivas mesmo.
Um abraço.

9:00 PM  
Anonymous Roberta Febran said...

O título me deixou excitada!!!

9:56 PM  
Blogger Denise Arcoverde said...

Hahahaha... muito engraçado como os meninos repararam tanto nos "tamanhos"...

3:28 PM  
Anonymous Claudio said...

Abbia cazzo, cazzo!

11:39 PM  
Anonymous gugala said...

Flávio postei agora uma ilustração feita a 15 anos atrás inspirado com certeza neste seu post. Valeu

8:24 PM  
Anonymous guga said...

em tempo: ..há 15 anos...

2:41 PM  
Anonymous christiana said...

É cada falo que eu vou te falar...

7:26 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

More blogs about lixo tipo especial.