domingo, novembro 27, 2005

Amore Patrizia

Carlo Verdone talvez não seja conhecido no Brasil, dessas coisas já não sei mais, mas o filme que fez esse ano é muito bom. Manuale d'amore é dividido em quatro episódios que são “L'innamoramento” (apaixonar-se), “La crisi” (a crise), “Il tradimento” (a traição) e “Abbandono” (pô esse dá pra saber o que é), sempre com personagens diferentes. É o clássico filme em capítulos mas nesse caso os personagens se encontram de uma certa maneira. Uma típica comédia de costumes a italiana com um elenco bem escolhido e que proporciona momentos de boa diversão e qualquer reflexão. Nada profundo, mas o Verdone joga com sentimentos comuns e com a identificação a partir de ações corriqueiras.

Mas o que mais gostei do filme foi uma cançãozinha que me fez conhecer uma cantora muito interessante. Patrizia Laquidara é o nome. Nascida no pobre sul da Itália, emigrou com a família para o rico norte, mais precisamente Vicenza no Veneto e ali cresceu. O amor pela musica brasileira se manifestou desde cedo e toda sua obra é influenciada pela MPB. Essa canção que dá pra ouvir graças a ajuda da Denise Arcoverde, se chama Noite e Luar e é de uma doçura incrível. A pronúncia do português também não está nada mal. Pois é, o Brasil é apaixonante. Pena que muitas vezes isso é mais reconhecido no exterior que pelos próprios brasileiros.
Basta clicar abaixo

target="_blank">Noite e Luar

20 Comments:

Anonymous Pat said...

Gostei! Adoro dicas de cantores italianos pois desde que voltei pro Brasil fiquei sem conhecer coisas novas... Até! Bjo.

9:19 PM  
Anonymous  said...

Eu pensava que a imagem que os europeus faziam do Brasil era somente de samba, carnaval, mulatas e gêneros afins... se isto está mudando fico feliz. Mas minhas tias moram na Suiça e às vezes comentam que ainda há bastante preconceito com os brasileiros... Com elas não, porque já moram lá há muito tempo, mas já ouviram relatos chatos sobre isso...

9:26 PM  
Anonymous Leila said...

Bonita a voz dela.

E estou com saudade de ver filmes italianos. Aqui nos EUA não passam tantos filmes europeus, a não ser que você viva num grande centro que tenha mais cinemas de arte. Aqui até tem dois, mas só passam os principais filmes estrangeiros ou americanos independentes.

9:46 PM  
Anonymous elenara said...

Flavio, tu já ouviu Qbeta? Talvez não seja tua praia, mas com um estilo peculiar que mistura o autêntico som siciliano, o ritmo balcânico, a sonoridade mediterrânea e ritmos atuais como o funk, o jazz e o ska, os sicilianos do QBeta têm 14 anos de carreira e quatro discos gravados. O trabalho do grupo fundamenta-se na cultura local, sendo que suas composições são escritas em dialeto siciliano. O ritmo de sua música faz um equilíbrio entre a tradição siciliana e a tradicional música italiana. É alegre e ao mesmo tempo rápido e contemplativo, típico do povo mediterrâneo.
Parece que eles voltarão ao Brasil em 2006, pois em 2005 eles participaram da abertura do VFSM

2:59 AM  
Blogger Fulana da Silva said...

ah! coisa boa isso! será que encontro cds dela por aí ou aqui?

em breve, estarei por aí... :)

beijos!

3:10 AM  
Anonymous Yvonne said...

Aqui no Brasil tá um pouco difícil de conhecermos qualquer música que não seja americana. Valeu pela dica.
Mudando de assunto, amanhã começaremos a postar no novo blog ainda que não esteja pronto. Faça-nos uma visitinha, tá legal?
Beijocas
Yvonne
www.nos-por-nos.blogger.com.br

11:40 AM  
Blogger Ana Lucia said...

Que bela dica Flavio, a do filme e a da música. Vou ouvir. A Denise é uma mina de ouro né ? Beijocas.

2:02 PM  
Anonymous Nelson Moraes said...

Ótima dica e, mudando de assunto, parabéns: fiquei sabendo de certas novidades verbeateanas. :-)
Aliás, parabéns a eles pela aquisição.
Abraço

7:40 PM  
Anonymous Patrícia Köhler said...

Flávio, que belo presente você nos deu! :-)
Que linda voz, muito suave e doce. E o sotaque é super charmoso, né? E eu acho lindo o meu nome em italiano, este 'z' é super simpático. rs
Ah, eu AMO cinema italiano, acho que quase metade dos meus diretores preferidos são daí.
Ficarei esperta pra ver se este filme passará aqui, ou mesmo se chegará às locadoras.
Um beijo, Flávio. E respondendo ao seu comentário tão gentil no meu blog, também sou muito sua fã. :-)

8:14 PM  
Anonymous Daniela said...

Eu reconheço!:)

E qdo encontro um sueco apaixonado por bossa nova (conheço 2!!!!), um dinamarquês que aprendeu português apenas porque gosta do Brasil (ainda não encontrei, mas sei que não é difícil), o orgulho dá as caras, escamoteado de alguma outra coisa...

Ah, a dor e a delícia de ser brasileiro... (parafraseando Caetano).

A música vou ouvir depois. Beijocas!

2:00 AM  
Anonymous samanta said...

flavio, adorei a musica da moça. Lindissima!

8:59 AM  
Blogger Denise Arcoverde said...

Eu tive a sorte de ouvir em primeiríssima mão, excelente dica, Flavio!

Ana Lúcia, não fui eu quem descobriu a música pro Flavio, não, ele me mandou pra mim e eu só hospedei no meu servidor :)

Leiloca, na Netflix tem TUDO, filmes europeus, árabes, israelenses, africanos, brasileiros... faço a festa por lá... e a cadeia de cinema independente onde a Bia trabalha tem uns cinemas na área de San Francisco, veja se tem algum perto de vcoê:

http://www.landmarktheatres.com/

Beijoca a tod@s!

3:44 PM  
Anonymous  said...

Fazendo uma visitinha rápida... Mas não dá pra ficar sem ouvir. É uma delícia de música, mesmo. Bem que as coisas do Brasil poderiam influenciar mais brasileiros, né? Abraços! PS - Gostei muito da Cura do Stress!

4:50 PM  
Anonymous Guilherme said...

A voz dela é linda, mesmo...

7:17 PM  
Anonymous rosemary said...

Oi Flavio,
Eu conheço a Patrizia Laquidara, e sinceramente, acho ela uma péssima intérprete. Esse cd, que se relaciona ao seu show "Indirizzo portoghese" (inclusive ela apresentou recentemente em Sampa, apoiada, isso sim por uma EXCELENTE cantora chamada Ivetthe Souza)so emociona (relativamente) com essa música, o resto é uma "noiosa" porcaria. Você deveria escuta-la cantando uma música meio cavalo de batalha dela, chamada"coucourucoucou Paloma" (cantada pelo Caetano Veloso)... é uma PORCARIA, além de suas interpretações "caetaneanas" que dão dor no estomâgo quando se escuta. Aqui na Italia, temos excelentes cantores que ainda estão escondidos e que não cantam so samba e pagodão, com relação a interpretação de "nossa música" pelos estrangeiros, sou extremamente crítica e lasco o dedão tipo Aracy de Almeida e buzino que nem o Chacrinha.
Ah! só pra finalizar, uma outra que é uma "porcaria" é a Barbara Casini...dio mioooo!!!
Lhe digo de cadeira, porque conheço e estou perto desse povo.
Querem conhecer cantores brasileiros bons que estão crescendo aqui na Italia e na Europa, exemplo: Rosalia de Souza, a cantora do Gruppo Zucco103, que se não me falha a memória chama-se de sobrenome Vieira, ZEDUARDO Martins, excelente violonista e ... so pra não deixar passar um italiano muito bom e que tem a musica não somente brasileira Tony Cercola, que foi entrevistado pelo Programa Musibrasil da semana passada.
Um abraço ... e creia-me ela não é la essas coisas não.
rose

9:20 PM  
Anonymous Anônimo said...

oi pessoal,
eu conheço a voz maravilhosa da Patrizia ha tempo e acho ela uma das melhores intérpretes do momento, inclusive uma compositora muito fina e interesante. Moro na Italia e fui ve-la tres vezes ao vivo. Cai deslumbrado ao ver que ainda tem artistas jovens que fazem arte de um jeito sério e apaixonado como ela faz.
A homenagem ao Caetano foi hà anos, agora ela tà se-apresentando com o disco dela nos melhores jazz clubes da Italia, inclusive na França e na America Latina.
Quem quiser ter uma pròpia ideia da arte dessa menina pode dar uma olhada no site dela (pena que nao tem traduçao em portugues!!). Tem algum mp3 (o "cuccurruccuccu" tb) e os videoclipes de "Noite e Luar", e de uma musica que fez sucesso aqui, cantada em parceria com outro cantor italiano muito bom, que è Mario Venuti (a mùsica chama-se "Per causa d'amore" e vale a pena, è otima!)

http://www.patrizialaquidara.it/progetti/indice-video.html

Pra nao deixar que se fale porcaria de umas das poucas coisas boas que tem nesse pais dedadente...
um abraço pra todo mundo (daqui e là de fora...)

ps. quem estiver em Roma nessa terça feira, ela vai se apresentar no clube "The Place"!!!
Gabriela

4:03 PM  
Anonymous Marco said...

Bom dia,

sou um italiano que viu essa película que me encantou; tenho vossa mesma opinião, o seja que a historia não é nada de profundo, a parte o episode de Verdone, o que toca mais a sensibilidade.

O que gostei mais deste film fue a canção final, o "Noite e luar", muito doce e, eu crío, cantado bem com um português bem pronunciado.
Eu não sou bom para dar julgamentos sobre a boa pronuncia, mas sendo apaixonado de Português (Brasileiro!) me apareceu bem pronunciado.
Ao menos não é uma daquelas canções estereotípicas de Brasil que põem aqui em italia, canções com palavras MAL pronunciadas e, em a maioria de casos, INVENTADAS para os italianos ignorantes.
Muito, muito obrigado para o link da canção, me encantou escutar-la outra vez.
Um abraço e viva il Brasile!

(Pardon me para meu português)

2:51 AM  
Anonymous Sônia Maria Bianchi said...

Procurando maiores informações sobre a música Noite e Luar encontrei estes comentários. Sou casada e apaixonada pela cultura italiana, porém nos últimos tempos nada me extasiou mais que Patrizia Laquidara cantando Noite e Luar, composição de Paolo Buonvino, do Filme Manual do Amor. Digam-me: "Pode uma música entrar tão doce e ao mesmo tempo tão intensamente na alma da gente?" Sônia Maria Bianchi. E-mail: sonia@ufpr.br - Curitiba/PR. Flávio: Tem como encontrar um CD, aqui no Brasil, que tenha essa pérola - Noite e Luar?.

8:32 PM  
Anonymous Anônimo said...

Very cool design! Useful information. Go on! film editing schools

4:09 PM  
Anonymous Sônia Maria said...

Noite e luar: intensa e doce...

9:28 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

More blogs about lixo tipo especial.